Data: 23/07/2024

Notebook gamer: g1 testa 3 modelos de entrada


Máquinas da Asus, Dell e Lenovo conseguem ter um bom desempenho em vários jogos, mas não espere usar os portáteis por muito tempo longe da tomada. Guia de compras: notebooks para jogar Juan Silva/g1 Jogar no notebook não precisa ser uma experiência que custa dezenas de milhares de reais. Máquinas consideradas “de entrada” pelos fabricantes fornecem uma experiência razoável nos games. Esses notebooks são destinados a gamers que querem se divertir com os títulos mais recentes, mas sem ter que pagar pelo alto desempenho dos modelos topo de linha. O Guia de Compras testou três desses notebooks: Asus TUF Gaming F15 Dell G15 Lenovo LOQ As três máquinas contam com configurações técnicas similares e esperadas para um notebook dessa categoria (veja o mínimo esperado para cada tipo de portátil). As especificações incluem telas de 15,6 polegadas com resolução Full HD, processador Intel Core i5 de 12ª ou 13ª gerações, 8 GB ou 16 GB de memória RAM e placa de vídeo Nvidia GeForce RTX3050. ✅Clique aqui para seguir o canal do Guia de Compras do g1 no WhatsApp Todas rodam Windows 11 e contam com aplicativos gratuitos que ajudam a escolher o modo de desempenho do computador. Veja os resultados a seguir e, ao final da reportagem, a conclusão e como foram feitos os testes. Asus TUF Gaming F15 O Asus TUF Gaming F15 é, entre os notebooks da avaliação, o modelo mais leve e compacto. Pesa “apenas” 2,20 kg, contra 2,8 kg do Dell G15. Notebooks para jogar tendem a ser mais pesados que os comuns. Para comparação, um portátil “normal” para trabalhar e estudar fica na faixa do 1,5 kg ou menos. O modelo mede 35,4 x 25,1 x 2,24 cm (largura x profundidade x altura). Por conta das dimensões e menor peso, é o mais confortável para colocar em uma mochila e levar para outros locais para jogar. O equipamento era vendido por volta de R$ 5.800 nas lojas on-line consultadas em julho. Configurações e design Nas configurações, o TUF F15 conta ainda com tela com taxa de atualização de 144 Hz (quantas vezes a tela “pisca” para atualizar as informações), a mais alta entre os modelos da avaliação. A máquina conta ainda com 16 GB de RAM, placa RTX 3050 com 4 GB dedicados e armazenamento por SSD de 512 GB. Asus TUF Gaming F15 Divulgação O processador é um Intel Core i5 de 12ª geração, uma das mais recentes. As conexões incluem uma porta Ethernet (para internet cabeada), 1 porta Thunderbolt 4 com DisplayPort (para monitor externo), 1 porta USB 3.2 tipo C com suporte a DisplayPort e Nvidia G-Sync, dois conectores USB A 3.2 e um HDMI 2.1. A máquina também está pronta para conexões Wi-Fi 6, mais velozes que o Wi-Fi 5, e tem 2 alto-falantes embutidos compatíveis com tecnologia Dolby Atmos. No design, o Asus F15 tem acabamento que lembra metal. A fabricante cita certificação militar MIL-STD 810, que promete maior resistência contra quedas e acidentes cotidianos. O teclado do ASUS F15 é o único dos três modelos com iluminação RGB, que pode ser customizada. O da Lenovo tem apenas retroiluminação branca, e o Dell, laranja. Software para games O Aura é o app do Asus TUF F15 que serve para personalizar a iluminação do teclado. É possível criar perfis de luz e cores para cada game, mas foi algo que não funcionou direito durante os testes. Tem um botão no teclado dedicado para alternar entre os tipos de iluminação. Já o Armoury Crate serve para monitorar a performance e alternar entre modos silencioso, desempenho e turbo. Asus Armoury Crate em uso Reprodução Esse app também cria uma espécie de biblioteca de todos os jogos instalados no notebook e permite gerenciar periféricos e controlar áudio e microfone. Também conta com um botão dedicado para abrir o app pelo teclado. Desempenho, bateria e nível de ruído Das três máquinas, o Asus TUF Gaming F15 ficou em último lugar nos testes de desempenho. Quando estava ligado na tomada, rodou bem quase todos os jogos. A exceção ficou com Cyberpunk 2077, que não saiu da faixa entre 30 e 40 quadros por segundo. Ao ser usado fora da tomada, o desempenho caiu bastante. No Cyberpunk 2077, caiu de 50 para 4 quadros por segundo, travando por um instante. Cyberpunk 2077 no Asus TUF F15 com baixa taxa de quadros por segundo Reprodução O nível de ruído foi acima do normal, um tanto barulhento. O ruído aumentou conforme os ajustes de performance – especialmente quando o modo Turbo foi ligado. A duração da bateria do Asus foi equivalente à dos demais notebooks da avaliação, com uso estimado em 1 hora de jogo fora da tomada. Dell G15 O Dell G15 é o notebook com o processador mais recente entre os três modelos do teste – um Intel Core i5 de 13ª geração, contra 12ª no da Asus e no da Lenovo. Também é o modelo mais caro, sendo vendido por R$ 6.000 nas lojas on-line pesquisadas em julho, e o mais pesado, com 2,8 kg. O portátil mede 35,7 x 27,4 x 2,6 cm (largura x profundidade x altura). Configurações e design As especificações técnicas do Dell G15 incluem ainda uma tela com taxa de atualização de 120 Hz, 8 GB de RAM (a menor entre os três portáteis da avaliação) e 512 GB de armazenamento SSD. O modelo tem 6 GB de RAM na placa de vídeo RTX 3050– contra apenas 4 GB no Asus e no Lenovo. Nas conexões, são 1 porta HDMI, uma USB-C com suporte a DisplayPort (para ligar a um monitor externo), 3 portas USB-A 3.2 e conector Ethernet para internet cabeada. Também tem conexão Wi-Fi 6. O design lembra bastante o de modelos mais caros da Dell, da linha Alienware. A construção em plástico tem uma base um pouco mais fina na frente. Dell G15 Reprodução Quanto mais próximo à tela, o notebook fica mais grosso e tem uma espécie de “paralama” na área das conexões, atrás do display, por conta das saídas de ar. O teclado é retroiluminado em tons laranja, sem possibilidade de trocar as cores. Software para games O Dell G15 vem com o Alienware Command Center instalado. O aplicativo serve para criar uma biblioteca integrada de todos os jogos e monitora a performance da máquina durante os jogos. Alienware Command Center Reprodução É possível deixar uma janela sobreposta do app quando está jogando com as principais informações de monitoramento. Desempenho, bateria e nível de ruído Na hora de jogar, o Dell G15 ficou entre o desempenho mais estável do Lenovo LOQ e a performance um pouco menor do Asus TUF F15. Durante os testes, rodou bem os games fora da tomada – com exceções ao Cyberpunk 2077 e ao Tomb Raider. Os títulos mais antigos, como GTA V, rodaram sem travar. Cyberpunk 2077 em ação no Dell G15 Reprodução Vale ressaltar que o G15 alterna entre o modo desempenho (mais potente) e equilibrado (menos potente) toda vez que é conectado/desconectado da tomada. O modelo conta com uma tecla dedicada para iniciar ou desligar o modo de maior desempenho. O notebook da Dell foi o menos ruidoso dos três, sendo bastante silencioso no modo equilibrado e mais barulhento no modo desempenho. A duração da bateria do G15 também ficou em 1 hora de jogo. A única diferença em relação aos demais é que o sistema não alerta o jogador que a bateria vai acabar durante o game. No Asus e no Lenovo, aparece uma mensagem para ligar o produto à tomada. Lenovo LOQ O Lenovo LOQ é o notebook mais barato do teste, sendo vendido por R$ 5.500 nas lojas da internet consultadas em julho. Vale ressaltar que a avaliação foi feita em uma versão do portátil com a placa RTX 3050, mas ela estava indisponível nas lojas on-line na hora da publicação. A fabricante oferece uma versão menos potente com placa NVidia RTX 2050, que pode ter um desempenho menor, mas custa menos, na faixa dos R$ 4.000. O LOQ foi a máquina que teve o melhor desempenho na hora de jogar. Porém, conta com algumas limitações de hardware que não estão presentes nos concorrentes, como a tela com 60Hz de taxa de atualização, a mais “lenta” do teste. O computador pesa 2,4 kg e mede 35,9 x 26,4 x 2,2 cm (largura x profundidade x altura). Configurações e design De acordo com a ficha técnica, o Lenovo LOQ conta com 16 GB de RAM e 512 GB de armazenamento SSD. O processador é um Intel Core i5 de 12ª geração, similar ao do notebook da Asus. Nas portas, são uma USB-C 3.2 com DisplayPort, três portas USB 3.2, uma HDMI e Ethernet (RJ45). Como ocorre com o modelo da Asus, o Lenovo LOQ tem compatibilidade com redes Wi-Fi 6, mais velozes. Lenovo LOQ Divulgação O design do produto conta com acabamento em plástico e ventoinhas com luz azul na parte traseira – o detalhe mais "gamer" do produto. O teclado tem retroiluminação branca, sem opção de RGB como no modelo da Asus. Software para games O LOQ veio com o aplicativo Legion Arena, que também cria uma biblioteca de jogos instalados. Legion Arena, para organizar games no PC Reprodução O diferencial do Arena para os apps dos concorrentes avaliados é que ele organiza melhor os jogos de plataformas on-line, como Epic Games, GamePass (Xbox), Battle.net e Ubisoft. Desempenho, bateria e nível de ruído O Lenovo LOQ, na comparação com os outros modelos, foi o único que não mostrou diferença de desempenho quando desligado da tomada. Rodou muito bem os jogos pesados, desde o GTA V (lançado há mais tempo) até o Cyberpunk 2077 (com lançamento mais recente), que ficou estável na faixa dos 50-60 quadros por segundo. No modo economia de bateria foi um pouco pior: Tomb Raider travou bem de leve, chegando nos 40 fps. No modo desempenho, flutuou de 50 a 80 fps. GTA V no Lenovo LOQ Reprodução O notebook permite alternar entre modo de uso normal e de performance – porém alternar não é algo tão intuitivo como nos concorrentes. É necessário usar um atalho de teclado (function+Q). Fora da tomada, a bateria do Lenovo LOQ também durou 1 hora de jogo. Conclusão RELAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO: Dos três modelos, a melhor relação custo/benefício fica com o Lenovo LOQ, o mais barato e o único dos notebooks a manter o desempenho apenas usando a bateria interna. Do ponto de vista da configuração técnica, o Dell G15 é o modelo com as especificações mais avançadas, como o processador Intel de 13ª geração e mais memória RAM na placa de vídeo dedicada RTX 3050. O G15 também foi o mais silencioso durante o uso nos testes com games. No quesito facilidade de transporte, o Asus TUF F15 é o mais leve dos três, com 2,2 kg, sendo mais confortável para carregar na mochila, caso necessário. ATENÇÃO PARA A BATERIA: Os três notebooks do teste funcionaram bem com os jogos selecionados. Porém, vale ressaltar que o desempenho desses computadores tende a cair ao serem removidos da tomada. E, se quiser jogar contando apenas com a bateria do notebook, lembrar que ela deve durar uma hora, no máximo. Os modelos da Dell e da Asus tiveram uma queda de performance quando isso ocorreu. Como foram feitos os testes Os notebooks foram escolhidos pela categoria de produto (notebooks gamers mais básicos). Os produtos foram enviados por empréstimo pelas fabricantes e serão devolvidos. A Acer não respondeu aos pedidos do Guia de Compras para empréstimo de um modelo (Acer Nitro) para o comparativo. Os notebooks foram avaliados pelo seu desempenho em games na configuração máxima nos títulos Forza Horizon 5, Shadow of the Tomb Raider, GTA V, Little Kitty Big City e Cyberpunk 2077. Foi usado um controle sem fios de PlayStation 4 para comandar os jogos. Os testes incluíram checar se o jogo “trava” ou perde performance com a queda da taxa de quadros por segundo (FPS). Foram levados em consideração também o design, o peso e dimensões da máquina e o nível de calor e ruído durante as partidas. Esta reportagem foi produzida com total independência editorial por nosso time de jornalistas e colaboradores especializados. Caso o leitor opte por adquirir algum produto a partir de links disponibilizados, a Globo poderá auferir receita por meio de parcerias comerciais. Esclarecemos que a Globo não possui qualquer controle ou responsabilidade acerca da eventual experiência de compra, mesmo que a partir dos links disponibilizados. Questionamentos ou reclamações em relação ao produto adquirido e/ou processo de compra, pagamento e entrega deverão ser direcionados diretamente ao lojista responsável.